Construindo Uma Cidade Turistica

A+ A A-
Ivone Ferraz

Ivone Ferraz

Construindo uma Cidade Turística traz as notícias do turismo nacionais e internacionais, cobertura de eventos e destinos visitados, gastronomia e social.

Fone: 51 98354979

URL do site: http://www.construindoumacidadeturistica.com/ E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O Legado da Copa

Publicado em Artigos

Muito se falou sobre os benefícios da copa nas cidades sedes, e no meio de tantas criticas e tumultos, já é possível observar os benefícios diretos e indiretos deste grande evento mundial.

Obtiveram os benefícios às cidades sedes e arredores que se prepararam para receber os visitantes, os que ficaram somente criticando com certeza nada ganharam com a vinda de milhares de Turistas. A Costa Leste Gaúcha mais uma vez ficou a ver navios, pois a inercia política afastou as pretensões de agregar emprego e renda durante a copa. Durante anos (desde 2008) empresários tentaram em vão mobilizar os meios políticos para ações concretas de atração de visitantes da copa para verem e sentirem nossas belas praias. Com o esforço pessoal e isolado, apesar do fracasso institucional, alguns hotéis de Torres conseguiram remar contra a maré e “captar” turistas argentinos que movimentaram restaurantes e lojinhas de lembranças do centro da cidade. No caso de Torres, eis ai a prova do legado da copa.

Um turista que sai de sua cidade para um evento da magnitude da copa, que no caso do Brasil tem 12 sedes espalhadas pelo país, com certeza irá viajar muito, e além de ver o futebol, irá visitar locais longe dos estádios (se lhe for oferecida a oportunidade). Segundo a grande mídia, o Rio Grande do Sul movimentou mais de um  bilhão de reais e teria recebido mais de 350 mil turistas. Lamentavelmente nossa despreparada Costa Leste recebeu umas poucas centenas destes turistas.

Os Argentinos que lotaram o Hotel São Paulo no centro de Torres vieram por saberem da promoção oferecida, com diárias 100% menores que em Porto Alegre. Já, os visitantes de outros países, disseram que a “dica” de vir a Torres partiu de Portoalegrenses que recomendaram nossas belas praias e nossa gastronomia.

Assim é a copa, um grande evento que abrange um país inteiro, uma infraestrutura imensa e deixa muitas divisas no País e um grande legado financeiro para o povo local através de empregos, geração de renda.

Fica então a lição para quando tivermos outro evento de grande porte (Olimpíadas 2016, por exemplo). Pois sem preparo institucional, o retorno é mínimo para as cidades longe das sedes.

Então, o grande legado para estas cidades “esquecidas” e inertes, é a lição de que quem não faz o dever de casa não tem direito ao “recreio” ... Somente o futuro dirá se a Costa Gaúcha aprendeu a lição de nosso legado da copa.

 

Compreender o Turismo

Publicado em Artigos

As Ciências Econômicas, normalmente estudam o Turismo como uma atividade comercial e “medem” seu desempenho baseado unicamente nos resultados monetários.

Esta visão economicista tem levado a muitos erros de gestão política, pois Turismo não é só o dinheiro que entra no caixa do setor. Turismo é muito mais que isso ...

A profundidade do Turismo é verificada quando “medimos” a satisfação de pessoas na realização de seus sonhos e desejos. Esteja esta pessoa atrás do “balcão” ou a sua frente.

Para quem está fora do balcão - o Turista - não há preocupação com a economia do local que visita, mas tão somente com as boas experiências que aquele lugar e aquelas pessoas ali lhe proporcionarão. Para quem está atrás do balcão – os atendentes - normalmente não buscam apenas a satisfação monetária, pois neste setor é comum a alegria intrínseca do “bem receber”, o orgulho de sua cidade e de sua cultura. Assim, é impossível hoje “medir” estas importantíssimas variáveis que retratam a verdadeira dimensão do Turismo. 

Então temos que o turismo não se pode medir somente como fenômeno  econômico, mas sim como fenômeno social que agrega valor pelos desejos e orgulho de um povo.   

Nesta ótica, o Turismo precisa ser estudado de forma abrangente e analisado como um sistema aberto que compõem varias castas econômicas, movimenta setores transversos, e não funciona de forma isolada.

Hoje no mundo globalizado, é inegável que o Turismo vem se tornando  imprescindível ao “bom viver”, e não apenas uma estatística econômica.

Historicamente o turismo ficou sustentado pelo tripé hospedagem, alimentação, e transporte, mas atualmente é muito mais do que isso.  Hoje onde tem Turismo, todos os demais setores reagem positivamente. Então, sendo o turismo mais que uma atividade econômica, como tal deve balizar o Planejamento, o  Marketing e as ações das cidades que desejam trazer para si esta oportunidade. Os velhos conceitos e vícios de achar que o Turismo acontece por si mesmo estão fazendo cidades definharem. Isso é fácil de constatar-se quando potencias turísticas de outrora sistematicamente fecham seus hotéis, suas lojas tradicionais e os jovens recém-formados procuram outras atividades longe de sua terra natal...

Conhece algum lugar assim? ...

 

Balanço Turístico após a Copa

Publicado em Artigos

O Ministério do Turismo realizou uma pesquisa entre os visitantes da Copa. Entre os itens mais bem avaliados, ficou a hospitalidade com 98% de aprovação; a gastronomia com 93%; e a intenção de retornar ao Brasil com 95%. Foram cerca de um milhão de turistas estrangeiros e mais de três milhões de brasileiros que circularam pelas 12 cidades sedes do mundial..

Segundo a pesquisa, itens como infraestrutura, segurança pública, alimentação e atendimento foram aprovados pelos turistas estrangeiros e domésticos.

O estudo mostra ainda que o Mundial beneficiou algumas regiões  próximas  das cidades sede. Os turistas estrangeiros estiveram em 378 municípios brasileiros além das cidades que sediaram jogos. Ex. Em Torres foram recepcionados em torno de mil estrangeiros no período.

Em relação aos estrangeiros, cerca de 61% estiveram no país pela primeira vez, e para 93%, a copa foi o principal motivo de sua viagem. E 96% dos jornalistas entrevistados recomendariam outras pessoas a visitar o Brasil. A menor pontuação dos entrevistados foi para a sinalização turística.

No período da copa foram registrados mais de 16 milhões de passageiros aéreos dentro do território brasileiro, sendo o aeroporto de Guarulhos o que mais recebeu passageiros.

Na mídia mundial, houve algumas críticas negativas, a exemplo do Jornal “Le Monde” que destacou que o país tem uma longa conta para pagar com a copa e que conseguiu ocultar os bolsões de miséria. O “The New York Times”  publicou que a copa foi bem organizada e que o povo foi acolhedor, mas o desempenho do Brasil nos jogos foi muito abaixo da expectativa mundial. Já os   jornais britânicos, antes da copa, anunciavam que os torcedores poderiam encontrar cobras a caminhos dos jogos (que absurdo)...

Em relação ao povo Brasileiro, observamos que o assunto copa não se resumiu aos jogos, pois o povo debateu suas prioridades e fez manifestações por melhorias padrão FIFA. O que ficou então foram grandes lições, tais  como: aprender a perder, ter disciplina, trabalhar em equipe, aprendeu o exemplo da educação Japonesa recolhendo o lixo do campo, etc.. .

E enfim, com este balanço percebe-se que o país fez uma excelente copa, deixando-se a pergunta no ar...  e se podemos fazer um evento deste porte o que mais poderíamos fazer se não tivéssemos medo de fazer??

 

Comentários

Facebook

Usuário

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

4.png7.png3.png1.png0.png4.png

Copyright © 2014 - Construindo Uma Cidade Turistica - Todos os direitos reservados